Especiais | PDA
Newsletter
LOJAS:  Decoradores e Designers | Sofás | Mobiliario de Decoração

 
  Home
  Notícias
  Novidades
Marcas
Agenda
Livros
  Especiais
  Casas e Interiores
  Objectos
   & Ambientes
  Shopping
  Etiqueta
  Gourmet
  Gente
  Passatempo
  Directório de Lojas
  Fóruns
  Dicas prà troca
Falar Decoração
  Contactos
  Internet
Editorial
  Notícias RSS
  Jogue on-line
  Acção
Desporto
Plataformas
Puzzle
Shoot´Em Up
  PDA
 
Pesquisar
 
Subscrever
Máxima Interiores

Outras edições


CASAS E INTERIORES
 
 
 
Qualquer chef de cozinha dirá que a base de um bom prato são os produtos de boa qualidade. O mesmo se passa no novo Hotel da Estrela. Neste caso, os ingredientes são o Grupo Lágrimas, o arquitecto de interiores Miguel Câncio Martins e o antigo Palácio dos Condes de Paraty.

TEXTO DE LAURA PATRÍCIO

 
 


A ardósia não engana. No Hotel da Estrela esta é uma das mais doces referências aos “bons velhos tempos”. Situado no antigo Palácio dos Condes de Paraty, junto do Liceu Pedro Nunes e da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, foi precisamente nos edifícios vizinhos que o Hotel da Estrela encontrou inspiração, captando-lhes o espírito e fundindo a atmosfera das antigas escolas com uma ambiência moderna, sofisticada e muito cool.

Atribuam-se as responsabilidades a Miguel Câncio Martins. É da mão do arquitecto de interiores que saíram os ambientes tão inesperados quanto acolhedores do Hotel da Estrela. Aos quadros de ardósia e velhinhas secretárias, próprias das escolas de outros tempos, somam-se globos, réguas, mapas, os compridos cabides – lembra-se deles? – e tapetes negros, desenhados a branco, simulando quadros escrevinhados. Uma composição que é resgatada até aos nossos dias através da conjugação com transparências, superfícies espelhadas, o minimalismo do branco e a deliciosa intervenção ocasional de cores fortes, como o amarelo, o vermelho e o verde.


A fazer jus à máxima “less is more”, os 19 quartos e suites do Hotel da Estrela reúnem as condições ideais para aqueles que desejam perder-se no bulício da cidade sem abdicar de um espaço onde possam, depois, reencontrar alguma paz – com a ajuda do rio Tejo, do outro lado da janela, e o grande jardim que emoldura o hotel.

Outra das surpresas do hotel é a Cantina da Estrela, o restaurante inserido no hotel onde quem decide os preços são… os clientes. Tendo em conta os preços mínimo e máximo recomendados para cada prato, é quem come que avalia, “em função da sua satisfação”, qual o preço mais justo a deixar, à saída. Tal e qual como um professor que dá a nota a um teste – ou não estivéssemos nós em ambiente escolar. Com a pequena diferença de que, aqui, ninguém aguarda ansiosamente o toque de saída: a verdadeira diversão está cá dentro.

HOTEL DA ESTRELA Rua Saraiva de Carvalho, 35, Lisboa. Tel. 21 190 01 00. www.hoteldaestrela.com. Desde €88 por noite, com pequeno-almoço incluído (preços para Fevereiro).



Miguel Câncio Martins
O mais internacional arquitecto de interiores português responde a perguntas indiscretas.

Em que hotel já quis roubar uma almofada? No Danielli, em Veneza. Quais são as amenities que mais gosta de encontrar quando chega a um hotel? Gosto de encontrar um bom sabão ou gel de banho, um perfume vaporizador de ambiente e um bom roupão.

Qual foi o serviço de hotel mais curioso com que já se deparou? No Hotel Las Ventanas al Parais, no México, não havia carros no resort e o serviço era feito de bicicleta.

O que distingue este Hotel da Estrela? O estado de espírito para com o cliente. O ambiente escolar, descontraído e simples, que faz toda a diferença em relação aos hotéis tradicionais.

Onde gostaria de projectar um hotel? Em África: Angola, por exemplo, mas um hotel fora da cidade.

 
 





 



Anunciar on-line | Assinaturas | Contactos | Notícias por RSS | Promoções | Serviços Móveis Record | Serviços Móveis CM
ADSL.XL | Classificados | Emprego | Directórios | Jogos | Horóscopo | Tempo

Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.