Especiais | PDA
Newsletter
LOJAS:  Decoradores e Designers | Sofás | Mobiliario de Decoração

 
  Home
  Notícias
  Novidades
Marcas
Agenda
Livros
  Especiais
  Casas e Interiores
  Objectos
   & Ambientes
  Shopping
  Etiqueta
  Gourmet
  Gente
  Passatempo
  Directório de Lojas
  Fóruns
  Dicas prà troca
Falar Decoração
  Contactos
  Internet
Editorial
  Notícias RSS
  Jogue on-line
  Acção
Desporto
Plataformas
Puzzle
Shoot´Em Up
  PDA
 
Pesquisar
 
Subscrever
Máxima Interiores

Outras edições


CASAS E INTERIORES
 
 

NA SALA, um sofá revestido a algodão branco com almofadas de Oscar de la Renta. Na parede, sobre o sofá, uma grande tela de Flavia Mihanovich e junto à lareira três telas de Sarah Grillo adquiridas na galeria Jorge Mara, de Buenos Aires. Sobre a consola espelhada, um prato desenhado por Piero Fornasetti. As cerâmicas de cor esmeralda são Arte Déco.
 
Não há um argentino típico. E por isso uma criadora de moda enche o seu apartamento centenário de Buenos Aires de referências de vários pontos do globo.

TEXTO E PRODUÇÃO DE MARINA GALLO l FOTOGRAFIA DE LUIS RIDAO

 
 
No elegante bairro da Recoleta, em Buenos Aires, a zona mais nobre da cidade, a arquitectura mostra certos ares afrancesados. É aqui que uma reconhecida criadora de moda argentina tem o seu lar. No apartamento, com 360 metros quadrados e vista sobre o Rio de la Plata, a proprietária espraia toda a sua criatividade e amor pela arte, personalizando ambientes. As paredes originais, desenhadas com molduras em carvalho vindo da Eslovénia, assim como o chão fazem parte integrante de um edifício construído no princípio do século XX.

podem ter. No salão, dividido em dois espaços, encontram-se móveis de design e de antiquário em perfeita harmonia com obras de grandes artistas latino-americanos como Pedro Figari, Rómulo Maccio e Emilio Petorutti. Paredes forradas a papel com desenhos de folhas banham de romantismo espaços com carácter feminino, matizados com peças Art Déco, tapetes do Médio Oriente e cerâmicas da Fornasetti. Rodeada por carpetes marroquinas e mantas provenientes do norte da Argentina está a Lounge Chair desenhada pelo casal Eames. Uma mesa lacada preside ao espaço seguinte, a sala de jantar, onde fotografias a preto e branco transportam para outros tempos...

Todo o espaço foi decorado em exclusivo pela proprietária e pelas suas duas filhas. Cada centímetro quadrado deste apartamento de carácter clássico recorda os anos dourados em que a sociedade de Buenos Aires se reunia em tertúlias intermináveis. Mas a criadora de moda rende culto aos mestres da decoração e cita Jonathan Adler para explicar que “vestir a casa é tão importante como vestir-se a si mesmo”. É sinal de personalidade.


NO GRANDE SALÃO, um sofá revestido a linho está rodeado por duas mesas vintage de estilos muito diferentes. O candeeiro com bolas de tons azuis e o repousa-pés lilás foram desenhados por Laura Ocampo para a marca 30-cuarenta. O candeeiro de pé alto foi comprado num antiquário, assim como a Lounge Chair e a otomana de Charles e Ray Eames. O tapete é marroquino e a manta sobre a otomana é tradicional do norte da Argentina. Sobre o papel de parede, uma pintura com o título Candombedo, do pintor uruguaio Pedro Figari. O candeeiro às bolas sobre a mesa redonda, em primeiro plano, são desenhados por Laura Ocampo NA SALA, junto à lareira, três pinturas
de Sarah Grillo formam parte de um
conjunto de cinco. À frente da chaminé
um pequeno quadro do artista Emilio
Petorutti. Sobre a consola espelhada,
girassóis naturais e cerâmica
de origem incerta.


UMA TELA representa uma rua de Nova Iorque sob a perspectiva de Rómulo Maccio. O sofá de estilo francês foi comprado num antiquário. NO QUARTO, a mesinha de cabeceira é de origem marroquina, o espelho com moldura em latão dourado é belga e o candeeiro com fuste em forma de ananás foi comprado num mercado de rua de Buenos Aires. A LAREIRA do quarto principal está encimada por um espelho marroquino. À ENTRADA do apartamento, o banco roxo é da 30-cuarenta e a tela na parede é de Sarah Grillo. UMA CÓMODA marroquina em madeira e pedra embutida e um espelho veneziano acomodam-se na casa de banho. O QUARTO DE BANHO prolonga o ambiente marroquino com um armário e tapetes comprados no Magrebe.

NO QUARTO, sobre uma mesa de apoio,
um boneco de artesanato urbano de
Buenos Aires e uma fotografia
de uma mulher massai.
NO GRANDE QUARTO DE VESTIR
que antecede o quarto principal,
candeeizros de alabastro no tecto,
uma chaise longue e uma carpete em
linho dão um toque de conforto ao espaço.


A PORTA para a rua está ladeada por duas cerâmicas turcas. O grande espelho ilumina o hall. UMA BICICLETA estática junto a uma das sete lareiras de mármore e sobre esta uma tela da artista Flavia Mihanovich. NA COZINHA, candeeiro comprado no antiquário Guevara Gallery. A mesa é em madeira com tampo em mármore. O chão em xadrez recria o original.

NO QUARTO, a mesinha de cabeceira
é de origem marroquina, o espelho
com moldura em latão dourado
é belga e o candeeiro com fuste em
forma de ananás foi comprado
num mercado de rua de Buenos Aires.

NO QUARTO DE BANHO prolonga-se o ambiente marroquino do quarto, com o armário, o candeeiro de tecto e os tapetes comprados no Magrebe. O cadeirão em linho é de Laura Ocampo e a banheira é de Philippe Starck.

NA SALA DE JANTAR, mesa desenhada pelo arquitecto Luis Benedit. Ilumina
a sala um candeeiro de suspensão
em alabastro. As fotografias a branco
e preto foram compradas na feira
Buenos Aires Photo. Vê-se ao fundo
a Lounge Chair e sua otomana
de Charles e Ray Eames.


1. GAVETEIRO indiano, madeira preta e osso embutido, 60x50x40 cm, €530, Mogador. 2. CONSOLA Vanity, MDF espelhado, 111x80x41 cm, €218, Area. 3. LANTERNA turca de tecto, ferro perfurado com vidrilhos aplicados, €69,95, Tribo. 4. CANDEEIRO DE CHÃO Bara Bara, por J.F. Croché, ferro com oxidação suspensa e encerado, base em pietra serena, difusor em vidro scavo de Murano, Ø32x172 cm, preço sob consulta, Nini Andrade e Silva. 5. PAPEL DE PAREDE Fig, da colecção Vintage Glamour, da Cole & Son, €140/rolo, Pedroso & Osório. 6. JARRA Charlston Qing e Blossom, porcelana, Ø12,2x28,3 cm, €122,50, VAA. 7. CANAPÉ Louis XV, estrutura em madeira entalhada e forrado a veludo de seda, 198x104x63 cm, da de Gournay, €5275, Studiofirma. 8. CANDEEIRO DE MESA Ananas, por Jean Charles, metal dourado envernizado mate e brilho, abat-jour metálico, Ø40x75 cm dimensões totais, €4060 pelo candeeiro e €1710 pelo abat-jour, www.charles-paris.com.
 
 





 



Anunciar on-line | Assinaturas | Contactos | Notícias por RSS | Promoções | Serviços Móveis Record | Serviços Móveis CM
ADSL.XL | Classificados | Emprego | Directórios | Jogos | Horóscopo | Tempo

Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.